Páginas

sábado, 17 de agosto de 2013

Duvide de tudo.

Duvide de tudo

Duvide de tudo, 
Das flores pois elas secam
E deixam lembranças boas
E depois se vão.
Duvide da paz, 
Ela sempre some no momento
Que a gente mais precisa.
Duvide das fotos, 
O futuro sempre nos faz rir do que
Fomos ou do que vestimos no passado.
Duvide da luz, 

ela sempre irá te cobrar caro 
por toda energia desperdiçada.
Duvide do tempo,
Ele é um dos mais duvidosos que existem
Ora ta frio
Ora ta calor
Ora e verão
Ora me faz voltar
E no passado duvidoso
vou me perdendo na certeza
De um dia voltar a te amar sem
Ter duvidas alguma...

Marcos Malta"

terça-feira, 28 de maio de 2013

A Dor.

A Dor

Reclamo tanto,
demora a me abandonar,
vem com decepção,
vem com despedida,
vem com cisco no olho,
corte de cabelo
e até num simples
calçar de tênis apertado,
vem na solidão,
vem na paixão,
vem na decisão,
vem na escolha errada,
Cicatriza pra me avisar,
"Eu fui embora mas posso voltar
a qualquer Hora"...
Vou te levar comigo
mesmo em ventos vermelhos
vindo desses lábios malditos,
desses Dentes cretinos que
insistem em arrancar de mim,
meu único momento de paz
me deliciando sem ao menos
lembrar que existe DOR...

Marcos Malta

segunda-feira, 20 de maio de 2013

O Poder da Amizade...

O poder da Amizade

Um amor conquistado,
regado a lágrimas,
ora de alegria,
ora de tristeza,
ora de aflição,
ora de decepção,
ora pede perdão,
ora esquece de minha singela
e humilde oração.
Uma agulha que
me fura pouco a pouco
minando minhas forças,
apalpando-me o braço
com beliscos fortes,
me deixando irreal,
desacreditado,
vendo o tempo passar
mesmo sem ter noção de horas,
horas estas que me deixa aflito
esperando você abrir a porta,
colocar seu sapato
cheio de barro na escadinha,
colocar aquela blusa
suada no canto do sofá
me dar um abraço forte,
me dizer que não se
contia de saudade,
e num vasto respiro sem fim,
tirou-me a roupa,
jogando me na banheira
onde a felicidade estava ali parada,
molhando nossos corpos ansiosos.
apalpo no travesseiro
lutando contra meu sono
não querendo acordar daquele sonho,
onde não existe sapato algum sujo,
onde existe apenas o rastro de barro,
mostrando-me o caminho de sua covardia
me deixando no momento
em que mais precisei de você...

Marcos Malta

domingo, 19 de maio de 2013

Brincar de Absurdo.

Brincar de Absurdo

Você me chama de modelo
eu explico a que veio
espero na esquina
você repudia minha beleza,
horas depois
diz que me ama,
que não esquece
o conforto da minha cama.
Eu finjo que acredito
e novamente volto à aquela esquina
que antes me causava medo
hoje me deixa dono da razão,
e novamente voltamos ao absurdo.
absurdo da crença
em que tudo será diferente,
absurdo da crença
que você mudou,
absurdo da crença que
Deus avisou-me que você
novamente me trairia,
absurdo na crença
da imaginação
dos detalhes sórdidos
das mensagens
que outrora comandou
minhas ações,
Absurdo de ter que ver
você parada na esquina,
absurdo em acreditar
que você estava me esperando
Absurdo quando meus olhos molhados,
Absurdo quando pela "Última" vez
vi você entrar em um carro desconhecido,
Absurdo em acreditar
que não Haverá outra chance
e enfim Absurdo em ver
como o poder da Humilhação
faz com que meu Ego permita
lhe dizer pela "Última vez"
-Some da minha vida...

Marcos Malta

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Simples Assim

Simples Assim

"Não sei se quero apaixonar,
Opções não me faltam,
todas vejo sofrimento à frente
sintomas de que a paixão vai acordar
o amor que anda adormecido
em mim há tempos.
Apaixonar não me resta outra saida,
entrada sem rumo,
voltada pro fundo,
fundo do quintal,
loucura de um débil mental,
arranco-te-a roupa a dentes afiados
corto-te-a alma com palavras de canto de orelha
surgindo no frio momentâneo,
um fogo involuntário
subindo perna acima
trazendo no seu vertice
uma loucura que me impede
de apaixonar novamente,
uma loucura que me fará voltar
todos os dias à aquele muro
ao qual te peguei de jeito..."


Marcos Malta

Simples Assim

Simples Assim

"Não sei se quero apaixonar,
Opções não me faltam,
todas vejo sofrimento à frente
sintomas de que a paixão vai acordar
o amor que anda adormecido
em mim há tempos.
Apaixonar não me resta outra saida,
entrada sem rumo,
voltada pro fundo,
fundo do quintal,
loucura de um débil mental,
arranco-te-a roupa a dentes afiados
corto-te-a alma com palavras de canto de orelha
surgindo no frio momentâneo,
um fogo involuntário
subindo perna acima
trazendo no seu vertice
uma loucura que me impede
de apaixonar novamente,
uma loucura que me fará voltar
todos os dias à aquele muro
ao qual te peguei de jeito..."

Marcos Malta

domingo, 5 de maio de 2013

Solidão

Solidão

E se a solidão sumisse
junto à carta que vc jogou no lixo
quando limpou a gaveta do seu coração.

E se a solidão fosse embora
com a lágrima que derramei
segundos atrás por ver você abraçando outro.

E se a Solidão sumisse no
mesmo momento que desligaste o telefone
quando viu que meu nome estava gravado.
E se a Solidão não preenchesse o vazio
desse lar tão pequeno,
dividida por quadros de momentos que passamos
anos antes.

E se a solidão procurasse em outro Marcos
um Malta suficiente pra acalantar
tanto desejo que tens em me ver Triste...

Marcos Malta

sábado, 27 de abril de 2013

"O Pecado de Saia"

"O Pecado de Saias"

Essa linda boca que sussura
verbos maliciosos de amor,
Esses Olhos verdes,
amadurecendo minha esperança,
avisando-me que o pecado nunca foi
tão gostoso,
que minha sede pela paixão
nunca avistou outra boca tão linda.
Esse batom vermelho sangue
usou vertigens de meu corpo 
em lascas de suas unhas firmes, fortes
que outrora me lembra da noite anterior.
Essas unhas que cravam em minha mente
a memória de tempos que nunca tive.
A memória de um pecado 
que toda vez que se aproxima de mim
me lembra de uma loca 
vontade de consumir você,
uma mulher linda
que insisto em chamar de 
"Meu pecado de saia..."
 
Marcos Malta

sábado, 20 de abril de 2013

Frases...



“Você compra as melhores roupas, ingere as melhores bebidas e comidas, se apaixona e descobre que você é tão fútil, logo a pessoa te troca por um mal vestido e desnutrido, só pela simplicidade de uma palavra bem dita no momento certo...”

Marcos Malta

Frases...



“Não adianta, você pode estar sem beber água há dias, seus olhos sempre vão guardar uma reserva pro momento que você mais vai precisar...”

Marcos Malta

Frases...



“Eu Luto para que eu seja conhecido através de meu dom, acabo conhecido, porém não ganho nada com isso... Acho que estou lutando por coisas erradas...”

Marcos Malta

Frases...



“Está cansado(a) de falsidade, então pergunte a uma criança desconhecida o que ela acha de você, vai ouvir a verdade, com um requinte de crueldade...”


Marcos Malta

Frases...



“ Um médico relata um mal, Deus cura o mal, Um professor ensina tudo sobre o mal, um poeta faz você rir e chorar com a permissão de Deus...”

Marcos Malta
 
Marcos Malta © Copyright | Template By Mundo Blogger |
Subir